domingo, abril 15, 2012

Possa eu ouvir a tua voz




Aspiro o doce perfume



Exalado pela tua boca


Contemplo todos os dias a tua beleza


Possa eu ouvir a tua voz


Melodiosa como uma brisa do norte


Possa o meu corpo reencontrar uma juventude alada


Na fonte do meu amor por ti


Dá-me as tuas mãos


De onde brota o teu espírito


Para que dele me alimente


E que por ele eu viva


Chama-me pelo meu nome


Para a eternidade


E mais não desejarei!




Texto gravado por mão desconhecida no revestimento de ouro do túmulo de AKHENATON, rei do Egipto (1369 - 1352 a.c.)

in Coração de Ísis

Sem comentários: